Na prova de Valpaços, a classe Super Proto Mais foi a mais representada, tendo comparecido 8 equipas para enfrentar este desafio em terras transmontanas.  Desde o inicio até ao fim houve um equilíbrio relativo entre as equipas, e apesar de muita luta em pista, de alguns azares e avarias nenhuma se destacou de forma significativa.
A dupla Bruno Nunes e Pedro Rodrigues - Team NPower 78, foram os primeiros lideres da prova, pois venceram a Super Especial Noturna, completando as 3 voltas ao circuito em pouco mais de 4m44s, 31 segundos a menos do que Laurindo Mendonça e Américo Freitas, os segundos com 5m15s.   A fechar o pódio provisório do primeiro dia ficou Adriano Santos e Elsa Henriques, a outra dupla que veio desde a Madeira.  
No domingo, 2 horas de trabalhos "forçados" aguardavam as equipas na sinuosa e exigente "Pista do cabeço", sobranceira á cidade de Valpaços.  Vindos da Madeira, e talvez mais habituados a esta configuração de terreno, o Team Brinertes de Laurindo Mendonça foi quem levou a melhor sobre os demais. Conseguiram dar 14 voltas ao traçado, mantendo sempre um andamento regular e consistente.  O seu grande adversário foi Adriano Santos, do ASH Team que conseguiu andar sempre por perto, perdendo no entanto algum tempo fruto de problemas que afetaram o seu carro. No final da prova, o atraso cifrava-se em 2 voltas, suficiente para assegurar o segundo lugar, mas longe já da vitória. 
Já a luta pelo terceiro lugar teve muitos mais candidatos, com 4 equipas a ficarem todas próximas umas das outras.  A vantagem acabou por ficar do lado de Cláudio Amarílio, do Team Bar Amarílio, com 11 voltas cumpridas.